Wikileaks informa que, um dos métodos usa um adaptador ethernet modificado

Um dos grandes pontos de discussão da Apple e de seus fiéis seguidores, é que os Macs não recebem vírus e que, são relativamente seguros quando comparados aos PCs com Windows. Bem, o WikiLeaks gostaria que você reconsiderasse essa sua devoção, lendo um pouco mais a respeito dos últimos vazamentos do Vault 7. O último conjunto de documentos da organização, é um punhado de arquivos de nada mais, nada menos que a famigerada CIA, que detalham, entre outras coisas, como a agência pode infectar um MacBook Air durante seu ciclo de inicialização através de um adaptador Thunderbolt-to-Ethernet modificado. Com o “Sonic Screwdriver”, as ferramentas de monitoramento da CIA são armazenadas nesse dongle, e a máquina pode ser infectada, mesmo que seja protegida por senha. Se você levar em consideração como os novos MacBooks são dependentes desse tipo de acessório, este tipo de exploração se torna ainda mais preocupante.

wikileaks-exploit

Em seguida, na lista de pesadelos, existe um projeto chamado “Dark Matter”, que é a porta de entrada para um punhado de outras iniciativas de espionagem. Talvez o mais preocupante, é que essas infecções podem persistir mesmo se você reinstalar o OSX. Depois, temos também o “NightSkies 1.2”. Que a partir de 2008, foi usado para infectar novos iPhones.

“Embora essas ferramentas da CIA, as vezes sejam usadas para infectar fisicamente os sistemas sob a custódia de um alvo, é provável que muitos ataques de acesso físico da CIA, tenham infectado a cadeia de suprimento da organização alvo, incluindo: correspondências e outros tipos  de entregas (abrindo, infectando e reenviando a seus destinatários), que estejam deixando os Estados Unidos de alguma forma”, escreve  o WikiLeaks.

Assim, a CIA estava interceptando compras de iPhone, abria a caixa, tinha acesso ao aparelho, colocava seu malware neles, e em seguida, certificava-se que essas compras chegassem em segurança a seus alvos. O WikiLeaks também observa que, apesar de algumas datas comparativamente antigas nos documentos, parece que a CIA continua usando e atualizando pelo menos alguns destes métodos.

E o que você, usuário comum pode fazer para se proteger? No caso dos iPhones interceptados, não há muito que você possa fazer. Porém, para o resto, lembre-se: não deixe seu laptop sem vigilância ao ar livre, e não conecte nada em seu computador que foi dado a você por um estranho. Pode parecer engraçado, mas o que tem de gente que faz isso, não está escrito.

Via Engadget

Share.

About Author

Baiano que ama tecnologia. Faz aplicações para a web, desenvolve e presta consultoria. Adora um jogo de xadrez e um hold´em. Editor dos antigos expertstech.net e technodia.net

Leave A Reply

Redes Sociais:

Também estamos no Google+ Nos siga por lá!!

Bitdefender Mobile Security