Após 15 anos do lançamento de Battlefield 1, finalmente teremos uma classe feminina para partidas online!

Ao trazer a franquia para à Primeira Guerra Mundial, a DICE criou indiscutivelmente um dos melhores jogos da série Battlefield. Agora, com o DLC mais recente do Battlefield 1, a desenvolvedora está usando nosso trágico passado para arrastar sua franquia, chutando e gritando para o século XXI. Inspirando-se na infame unidade militar russa de 1917, The Women’s Battalion of Death, a expansão “In The Name of the Tsar”, introduz pela primeira vez, uma classe feminina em Battlefield.

Como era de se esperar, uma unidade com um nome tão intimidante, só poderia ter soldados sangue nos olhos, os chamados badass. Eles lutaram principalmente na Frente Ocidental. A nova classe multiplayer que esses soldados do mundo real inspiraram, é chamada de Russian Scout – e isso é tudo o que sabemos até agora. A EA disse que vai revelar mais informações sobre o Russian Scout na E3, ao lado dos novos mapas da próxima expansão.

Battlefield 1

Com o lançamento do primeiro jogo da franquia Battlefield em 2002, é estranho pensar que foram necessários 15 anos para que fosse incluída uma classe feminina. Mas isso não é um problema exclusivo do Battlefield. Muitos shooters são assim, porém, parece que esse panorama vem mudando, e já vejo alguns jogos com personagens femininas, como por exemplo, o famoso Overwatch.

Ansiosos por esse novo DLC?

{}!

Share.

About Author

Baiano que ama tecnologia. Faz aplicações para a web, desenvolve e presta consultoria. Adora um jogo de xadrez e um hold´em. Editor dos antigos expertstech.net e technodia.net

Leave A Reply