A Riot, desenvolvedora do jogo, planeja mudar as regras de suspensão, para criar uma penalidade máxima com “Suspensão Indefinida”

Em outubro, o jogador de League of Legends Li “Vasilii” Wei Jun, transmitiu ao vivo uma situação nada confortável entre ele e sua namorada. A equipe chinesa Newbee, encerrou imediatamente seu contrato, e a League Championship Series lançou uma investigação. Hoje, a organização suspendeu Vasilii dos jogos profissionais por 20 meses, e o gancho terá início em janeiro de 2018, no início da próxima temporada de competições. A Riot aproveitou a oportunidade para modificar suas regras, e permitir uma punição mais severa para possíveis casos futuros de abuso doméstico.

Isso é o dobro do que a Riot já havia estabelecido como a sentença máxima para “Falha contínua” em seu Índice Global de Penalidades. Em sua decisão, o estúdio afirmou que o comportamento “particularmente escandaloso” de Vasilii, justificava a extensão do castigo: “Considerando que essas ameaças para outro jogador profissional no palco podem justificar uma suspensão de 10 meses, a intimidação física e as ameaças de abuso doméstico, devem ser punidas com muita dureza. Além disso, Vasilii foi punido por tendências violentas antes – em um incidente no ano passado, ele em um surto, destruiu um teclado e intimidou fisicamente um operador de câmera durante uma partida “.

Isso forçou a Riot mudar suas regras, para que graves incidentes de abuso doméstica ganhassem uma punição mais severa. Por suas palavras: “A limitação atual de 10 meses não seria apropriada para casos como o abuso doméstico real, o que garantiria uma Suspensão Indefinida”.

Vasilii

A Riot não julgou que as ações de Vasilii mereciam a nova sentença máxima. Anteriormente, em sua decisão, o julgamento apontou que “Embora os resultados da investigação não demonstrem que Vasilii agrediu fisicamente sua namorada, ele criou ameaças credíveis de violência física, e ameaças de morte para uma pessoa indefesa, em uma casa particular, e que foi intimidada o suficiente, para que ela chamasse a polícia “. Embora a empresa tenha afirmado seu direito em curso de modificar punições com base em “circunstâncias agravantes” específicas para cada incidente, não está claro qual linha deve ser cruzada por uma suspensão indefinida.

Menininho  no mínimo, problemático…

Share.

About Author

Baiano que ama tecnologia. Faz aplicações para a web, desenvolve e presta consultoria. Adora um jogo de xadrez e um hold´em. Editor dos antigos expertstech.net e technodia.net

Leave A Reply