Uma sucessão de três mesas redondas, com a presença de cerca de 30 diretores e gerentes de tecnologia (CIOs) de várias partes do País, acaba de revelar que a maior parte desses profissionais ainda vê com forte reserva a liberação de acesso às redes sociais para os funcionários das empresas. Realizados no início de maio, durante o Floripa TICs Fórum 2013, os debates deixaram claro que a principal indicação dos CIOs é a de criar mecanismos de controle, para que o uso das redes não comprometa a segurança e a integridade das informações e da infraestrutura de TI. “Embora quase todos aleguem que as redes hoje são uma necessidade, minha posição como gestor de TI é a de liberar com critérios restritos, tendo em vista o seu alto risco”, assinala Rodrigo da Costa Wagner, Diretor de TI do Grupo Brasanitas.

A maior parte dos CIOs presentes nas mesas redondas também admite que sua área não é a responsável direta pelas políticas de inserção das redes sociais nas estratégias de negócio. Em sua maioria, os diretores de TI apontaram a área de Marketing como a principal responsável pela criação de blogs e perfis corporativos em redes como LinkedIn, Twitter e Facebook. “O CIO, constantemente, está ocupado com dificuldades críticas da estrutura de negócios e acaba apenas sendo acionado para ativar o perfil na rede social e gerenciar recursos de TI adequados a esse uso”, comentou Luiz Gustavo Schedel, CIO da Websolute.

Na análise de Anderson Baldin Figueiredo, Gerente de Pesquisa e Consultoria Enterprise da IDC Brasil, e também presente nas mesas redondas, a maior parte dos CIOs encara a rede social como mais um problema a ser enfrentado na arena das questões técnicas, mas isso tende a mudar na medida em que essas redes forem amadurecendo como ambiente de negócios. “Por enquanto, o grosso das empresas está presente nas redes apenas por efeito manada, sem termos, ainda, clareza sobre como extrair vantagens do ambiente. Em breve, porém, não haverá como separar esse espaço virtual de convivência do ecossistema de negócios como um todo e, aí, o CIO será chamado a apontar caminhos”, explica o executivo.

Além de adotar restrições ao uso da rede pelos funcionários por questões de segurança e integridade, os CIOs alegam também que boa parte dessas restrições provém do RH e outras áreas administrativas preocupadas com a produtividade dos colaboradores. “Os gestores de pessoal sempre advogam que a melhor política é a educativa, mas ainda são poucas as empresas que optam pela educação para o uso consciente, ao invés de simplesmente proibir o acesso às redes”, comentou um dos debatedores.

floripa-tics-forum-2013-1

O Floripa TICs Fórum 2013 reuniu 80 CIOs e líderes de tecnologia de várias partes do Brasil, sob o patrocínio da Dígitro Tecnologia, e se consolidou como um dos maiores eventos da categoria da Região Sul. Em sua segunda edição, o evento totalizou dez horas de conteúdo informativo, entre palestras e debates, contando com dez ações estruturadas de relacionamento, como é o caso das mesas redondas sobre redes sociais.

Além de diretores de empresas, consultores e especialistas, o Floripa TICs Fórum registrou a presença de autoridades da Secretaria Municipal de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico Sustentável de Florianópolis e diretores de entidades, como a Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (Acate) e a Associação Brasileira de Tecnologia da Informação e Comunicações (Brasscom).

Entre as empresas representadas no evento estão bancos, órgãos de governo, setor de construção, varejo, software, telecomunicações, consultoria, indústria química e setor de manufatura, entre outros. O grupo dos debatedores e palestrantes foi composto por lideranças de grande reconhecimento no setor, representando empresas como Lacaweb, IBM, Banrisul, Websolute, IDC, Trend Micro, Tellfree, Trustwave, Trevisan Associados, Tribunal de Justiça de São Paulo e Grupo Brasanitas.

Sobre o evento:
O Floripa TICs Fórum 2013 é uma iniciativa da Dígitro Tecnologia para estreitar a cooperação entre usuários, gestores e fabricantes do setor, com foco em negócios e melhoria dos serviços para a sociedade brasileira.
O evento aconteceu nos dias 7 e 8 de maio, em Florianópolis (SC), e promoveu um espaço aberto para discussões de temas de interesse de profissionais estudiosos e empresários.

Via Assessoria de Imprensa

Share.

About Author

Baiano que ama tecnologia. Faz aplicações para a web, desenvolve e presta consultoria. Adora um jogo de xadrez e um hold´em. Editor dos antigos expertstech.net e technodia.net

Leave A Reply