AplicativosMozillaSegurança da Informação

Mozilla testa serviço Firefox VPN para ajudar a proteger sua privacidade

Por enquanto, serviço está gratuito.

A Mozilla está novamente testando um serviço VPN para seu navegador Firefox, que pode ajudar a proteger sua privacidade enquanto navega por exemplo, em um Wi-Fi público. A mudança também pode potencialmente dar à Mozilla um pouco de independência financeira.

A rede privada do Firefox está disponível como beta para usuários de desktop nos EUA a partir de terça-feira. É uma VPN ou rede privada virtual que pode proteger informações confidenciais – como os endereços da Web que você visita e informações financeiras – ao usar qualquer Wi-Fi público. A Mozilla diz que também ocultará seu endereço IP de rastreadores de terceiros na web.

Atualmente, o serviço VPN é gratuito, mas a Mozilla disse que parte do teste estará explorando possíveis opções de preços. A Mozilla já tinha testado cobrar US $ 10 por mês por esse mesmo tipo de serviço.

Embora a mudança faça parte do recente impulso à privacidade da Mozilla, ela também pode oferecer à empresa alguma margem de manobra financeira. A Mozilla ganha dinheiro com acordos de anúncios de pesquisa, principalmente com o Google, nos quais é pago pelo envio de consultas de pesquisa de usuários do Firefox ao Google. O Google mostra anúncios ao lado dos resultados da pesquisa, e os desenvolvedores de navegadores, incluindo a Mozilla, geralmente recebem uma parcela dos lucros. Construir uma VPN para pessoas dispostas a pagar por maior privacidade daria à Mozilla outra maneira de gerar dinheiro.

Via: Cnet

Etiquetas
Mostrar mais

Alex Rodrigues

Baiano que ama tecnologia. Faz aplicações para a web, desenvolve e presta consultoria. Adora um jogo de xadrez e um hold´em. Editor dos antigos expertstech.net e technodia.net

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar