HackingRedesSegurança da InformaçãoTecnologia da Informação

Hackers costumam passar mais de 250 horas sem serem detectados nas redes

Tempo é gasto procurando brechas e preparando ataques

Os cibercriminosos costumam passar cerca de 250 horas sem serem detectados em uma rede depois de invadir, revelou uma nova pesquisa da Sophos.

Saiba o que significa “Dwell Time”

Quando os ciberataques violam uma rede corporativa, raramente lançam um ataque imediatamente. Em vez disso, eles passam um pouco de tempo analisando a rede, mapeando os diferentes dispositivos conectados e prestando atenção à proteção do endpoint e aos protocolos de segurança em vigor.

Dessa forma, eles podem ter certeza de que o ataque, seja qual for o tipo que escolherem, seja o mais bem-sucedido possível. Esse tempo entre uma violação e um ataque real (ou antes de serem detectados) é chamado de “dwell time” ou “tempo de permanência”. De acordo com a Sophos, os criminosos gastam 264 horas, ou cerca de 11 dias, em média, fazendo exatamente isso. O tempo de permanência mais longo registrado foi de 15 meses, disse o relatório.

O relatório da Sophos é baseado em dados de telemetria coletados durante 2020, bem como informações obtidas de 81 incidentes investigados pela perícia forense da empresa.

Etiquetas
Mostrar mais

Alex Rodrigues

Baiano que ama tecnologia. Faz aplicações para a web, desenvolve e presta consultoria. Adora um jogo de xadrez e um hold´em. Editor dos antigos expertstech.net e technodia.net

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar